Agência de microcrédito vem contribuindo no desenvolvimento do setor

Por MARCOS A. BEDIN Registro de jornalista profissional MTE SC-00085-JP
16/05/2019 16h13

Com a missão de fortalecer as microfinanças destinadas aos empreendedores de pequeno porte e contribuir com a melhoria da qualidade de vida dos cidadãos, de forma ágil e transparente, gerando oportunidades de desenvolvimento econômico e social, foi fundada em Chapecó, no dia 19 de maio de 1999 a Credioeste – agência de microcrédito. Neste mês a instituição comemora 20 anos de atuação em Chapecó e região. Caracterizada como uma organização sem fins lucrativos, a Credioeste foi criada para atender empreendedores formais e informais com o intuito de apoiar o desenvolvimento dos pequenos negócios, mantendo e gerando postos de trabalho, ocupação e renda por meio da concessão de crédito para capital de giro, capital fixo e capital misto. “Os créditos são desburocratizados, a liberação acontece em 24 horas e os valores liberados vão até 10 mil reais com pagamento de 6 a 24 meses”, explica o presidente da Credioeste, Ivonei Barbiero.

A visão é tornar a Credioeste, até 2020, destaque nas microfinanças, fortaleendo a economia regional, gerando resultados para os clientes com responsabilidade social. “Em duas décadas, a instituição já realizou cerca de 22 mil operações, que correspondem ao montante de R$ 75 milhões de recursos disponibilizados a empreendedores formais e informais dentro do Programa Nacional de Microcrédito Produtivo e Orientado”, complementa Barbiero.

 O vice-presidente da Credioeste Gerson Roberto Röwer lembra que, ao longo desses vinte anos, muitos foram os entusiastas que trabalharam e uniram esforços para fortalecer as microfinanças. “Inúmeras foram as conquistas as quais demonstram o quanto a instituição tem sido importante para que os pequenos negócios tenham condições de investir e crescer. Somente em 2018 foram 1.761 contratos liberados em microcrédito e um valor de R$ 8 milhões. Com isso, foram beneficiados clientes e empreendedores formais, informais e autônomos do comércio, prestação de serviços, indústria e agricultura”, complementa.

ESTRUTURA DE SUCESSO

A Credioeste é certificada pelo Ministério da Justiça como Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (OSCIP) e habilitada pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) como Instituição de Microcrédito Produtivo e Orientado. A regulamentação e a autorização de funcionamento está de acordo com a Lei 9.790. A Assembleia Geral é formada por 12 entidades e 10 conselheiros independentes e o quadro de colaboradores conta com 20 profissionais (gerência, agentes de créditos, administrativo e financeiro).

Com sede em Chapecó, a instituição conta com outros três postos avançados de atendimento nos municípios de Pinhalzinho (SC), Nonoai (RS) e Passo Fundo (RS). A área de atuação inclui os 22 municípios da Associação dos Municípios do Oeste de Santa Catarina (Amosc), além de 12 cidades do Rio Grande do Sul: Alpestre, Gramado dos Loureiros, Nonoai, Planalto, Rio dos Índios, Trindade do Sul, Faxinalzinho, Três Palmeiras, Benjamin Constant, Passo Fundo, Marau, Erval Grande, Tapejara.

 Utilizando a metodologia própria para o microcrédito, a Credioeste oportuniza aos seus clientes visitas de agentes de crédito para identificar as necessidades e orientar sobre o uso do crédito. A gerente executiva Marcia Biffi explica que antes de formalizar o empréstimo, é feito levantamento com o microempreendedor para obter informações econômicas, sociais e familiares, visando orientá-lo sobre a melhor forma de utilizar o crédito.  “A instituição visa como resultado e objetivo oportunizar ao micro e pequeno empreendedor o acesso ao crédito para que fortaleça seus negócios, gere riquezas e melhore a renda de suas famílias”.

menu
menu